O que há por aqui?

Histórias e Poemas para quem cansou de ler coisas normais, abordando assuntos nada usuais e também alguns comuns ocasionais. Amor, tristeza, amizade, sofrimento, histórias de ninar e suspense!

domingo, 7 de abril de 2013

Das Pessoas Comuns


...e alguém já parou para pensar no vendedor de algodão doce?
que por mais pobre e feio que fosse
andava todas as ruas do seu bairro
festejando a cada mísero centavo
o pão com café que iria à mesa
ou talvez, pior, a tristeza
o chão frio, da vida o escárnio

Não! Nós só nos preocupávamos em dizer:
"Mãe, xô comprar algodão doce?"

Um comentário:

  1. Ele rasteja de rua em rua em chinelos rachados, vendendo alegria embalada e colhendo alguns centavos.

    Ótima analogia das coisas mais simples que ocorrem e escorrem por nossos dias que passam como água num canal poluído, sem atenção.

    ResponderExcluir